6

3 de ago de 2012

o padre

às quartas-feiras me olhava com cara de quem comeu e não gostou e suspirando, indignado, me abria a porta do confessionário antecipando-me as penitências, todas elas bem maiores que os pecados que eu confessava ter. com olhos de desprezo me olhava, como se fosse eu uma pintura mal-acabada de Maria, a Madalena, que não tem cura e não se emenda, mariposa de noites sujas iluminada pela indecência das ruas. com voz de culpa me falava, sentindo-se por mim ofendido, "sujeita ousada", que desrespeitando-lhe o rebanho, fazia barulho com os saltos e sob a transparência do vestido convidava ao pecado. podia sentir-lhe a respiração pesada através da treliça que nos separava, recriminando-me a invasão da hora Sagrada, quando uma multidão de ovelhas carcomidas silenciosamente desfiava nas contas do Rosário suas preces e ladainhas. mesmo assim, continuava me abrindo a porta, às quartas, hora da Ave-Maria, e em todas as despedidas enojado dizia "va¡ e não peques mais!". a isso eu não respondia, só ria um riso escondido, que não era de pilhéria, era mais um sorriso frouxo de quem colheu o que plantou!

mariza lourenço

[imagem ©creativeDIYkei]


6 comentários:

Alberto Bresciani disse...

Bela e densamente triste, Mariza.

7:47 AM
vagner muniz disse...

salve, Mariza! não perco um!

9:52 PM
myra disse...

super formidavel!
beijos muitos beijos

5:14 AM
Benno disse...

mais que excelente, a forma com que um simples sorriso maroto (e sincero) tem de desarmar a hipocrisia, fazendo-o desabar de suas mais que vetustas alturas. Que bom que voltou com o proseando!!! Andei meio ocupadíssimo esses dias.
Beijos

2:25 PM
Rachel Izzana disse...

muito bom.
Já me deparei em situações que me vi assim, mas só me confessei p Deus pq era o único com quem podia desabafar.

1:19 PM
Marcos tavares de souza disse...

Bom dia ,

Gostaria de saber se teria a sua permissão para postar um texto teu no meu blog, pois li alguns e vi que são a cara do meu espaço.

marcos tavares
http://www.suordaspalavras.com/

7:18 AM

seja bem-vindo, bem-vinda.

será um prazer ler e responder seu comentário, no entanto, optei por não aceitar comentários anônimos, ofensivos ou que, de alguma maneira, possam constranger aqueles que gentilmente se dispõem a me visitar.

grata,

mariza lourenço

Novo Comentário